"Bruma? O PSV deu sinal claro, mas digo que o FC Porto reagiu..."

"Bruma? O PSV deu sinal claro, mas digo que o FC Porto reagiu..."
Carlos Gouveia

Tópicos

Jogador está em Lisboa à espera do desenrolar do processo. Agente garante que os dragões responderam à oferta feita pelos holandeses. Leipzig não abdica de 15 milhões.

Bruma ainda pode ser reforço do FC Porto. O PSV Eindhoven apresentou uma proposta superior e tomou a dianteira, mas o negócio com os holandeses não está fechado e os dragões já terão feito saber que estão dispostos a subir a parada, depois de uma primeira investida na ordem dos dez milhões de euros.

O extremo está em Lisboa à espera do desenrolar do processo e sabe que a última palavra é do Leipzig, que tenta recuperar o investimento feito há dois anos: 12,5 milhões de euros iniciais mais 2,5 milhões em objetivos, que foram cumpridos.

Cátio Baldé, empresário do internacional português, garantiu ontem que nada está decidido. "As coisas estão um bocado paradas, só amanhã [este domingo] poderá haver novidades. Se está mais para o PSV? Houve sinal claro, não quero entrar em pormenores, mas digo que o FC Porto reagiu", assegurou em declarações à RTP, sem querer avançar com valores.

O PSV quer Bruma, mas de acordo com a Imprensa holandesa, está pendente da venda de Steven Bergwijn e/ou Hirving Lozano para ter liquidez e isso pode jogar a favor dos dragões. "Este é o país dele e isso torna tudo muito mais fácil", admitiu o empresário do jogador do Leipzig.