Baliza de Espanha motiva discussão: contas feitas e Casillas é o melhor

Baliza de Espanha motiva discussão: contas feitas e Casillas é o melhor

Guarda-redes do FC Porto apresenta números melhores do que os atuais convocados de Luis Enrique.

David De Gea assumiu a titularidade da baliza de Espanha no Euro'2016, altura em que Iker Casillas foi relegado para o banco de suplentes. Depois, o guarda-redes do FC Porto deixou de ser convocado e, agora, voltou a abrir-se a discussão em redor da defesa das redes de "La Roja".

Depois da derrota espanhola frente à Croácia, por 3-2, na quinta-feira, o jornal As fez as contas aos números de De Gea, Kepa e Pau López, os três guardiões convocados por Luis Enrique, e comparou-os com os de Casillas.

Contabilizando os jogos disputados na I Liga 2018/19, Casillas vai em sete partidas sem sofrer golos e encaixou apenas seis em 10 jornadas. No total, já chegou aos 50 jogos no campeonato português com a baliza inviolada, num total de 95 presenças.

São, portanto, dados que superam as marcas do trio de eleitos do selecionador espanhol. De Gea (Manchester United) só não sofreu golos num jogo da Premier League esta época e já encaixou 21. Kepa (Chelsea) leva seis jogos a zeros, mas já sofreu oito tentos. Pau López (Bétis) não sofreu em cinco jogos, mas foi batido 13 vezes.

Em termos de seleção, os números de Casillas também superam os de De Gea: o guarda-redes de 37 anos sofreu 67 golos em 13.444 minutos jogados com a camisola de "La Roja", algo que resulta numa média de um golo sofrido a cada 200 minutos. De Gea tem 3322 minutos e encaixou 26 golos, ou seja, um golo sofrido a cada 127 minutos.

O As realizou um inquérito e a tendência é clara: os adeptos querem Casillas de volta à seleção de Espanha.