As saídas de vários jogadores e o momento difícil de Casillas aos olhos de Sérgio

As saídas de vários jogadores e o momento difícil de Casillas aos olhos de Sérgio

Sérgio Conceição assegura que "o mercado fica à porta do Olival" e comenta a situação "difícil" do experiente guardião.

A final da Taça de Portugal frente ao Sporting pode funcionar como jogo de despedida para vários jogadores do plantel do FC Porto. Herrera e Brahimi terminam contrato, Éder Militão já assinou pelo Real Madrid e Felipe deve rumar ao Atlético. Em entrevista à RTP, Sérgio Conceição abordou o assunto, mas reitera: "O mercado fica à porta do Olival".

"Vou ser fiel àquilo que tenho dito. Normalmente o mercado fica ali à porta do Olival. E até ao final da época vou respeitar aquilo que eu disse. Nas equipas há jogadores que têm quatro anos de contrato e acabam por sair, porque são dispensados ou porque entendo que não têm lugar no grupo, ou terminam contrato e acabam por ficar mais quatro anos. A vida do futebolista e dos treinadores é exatamente essa. Mas mais importante do que tudo isso é o foco a preparação deste jogo tão importante para nós", começou por assinalar o treinador portista, que também comentou a situação "difícil" de Iker Casillas e sobre a hipótese de dedicar uma eventual conquista da Taça ao guarda-redes espanhol:

"Isso tem toda a importância do Mundo. O futebol faz parte da vida, mas a vida não é só o futebol. O Iker está a passar por momentos difíceis. Obviamente que todo o grupo está solidário com ele e com a sua família. Vamos fazer tudo para que isso aconteça. Sei já, porque falei com ele no dia do seu aniversário, vai estar presente no hotel, vai para o jogo connosco porque faz parte da nossa família FC Porto. Temos toda a força do Mundo e vontade para ganhar e dedicar-lhe a vitória a ele e à família neste momento tão difícil", rematou Sérgio Conceição.