Vitinha: a palestra de Conceição ao intervalo e a "música brutal" de Ágata

.

 foto Gerardo Santos / Global Imagens

Declarações de Vitinha, médio do FC Porto, à Sport TV, após a conquista da Taça de Portugal.

Sentimento após o golo: "Não senti que estava resolvido, mas senti que era um golo importante para a equipa, para os adeptos e só queria partilhar a minha felicidade com todos."

Ascensão: "Trabalho para que isso aconteça, às vezes demora muito tempo, outras vezes é de um momento para o outro, temos de estar preparados para as duas coisas, felizmente está a correr bem o ano e só quero dar continuidade. Quero, mais, mais e mais."

Palestra ao intervalo: "Conceição deu nas orelhas? Deu o costume. Disse o que estávamos a fazer bem, o que podíamos fazer melhor e deu frutos, deu a vitória que é a cereja no topo do bolo deste grupo de trabalho."

Próxima época: "Quero aproveitar estes poucos dias para festejar, aproveitar para desligar-me um pouco, porque tenho a Seleção a seguir, felizmente."

Música que dançou na festa: "Cantar? É impossível, não sei cantar. Já agora, um beijinho para a Ágata e para a música que é brutal e gostamos muito."