Sérgio Conceição elogia: "Teve a humildade de perceber o porquê de não ganharmos no ano passado"

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto

 foto LUSA

Declarações de Sérgio Conceição após o jogo FC Porto-Tondela (3-1) na final da Taça de Portugal, no Estádio Nacional, em Oeiras

Sobre o plantel: "Este grupo, a nível humano, foi dos melhores que tive, o melhor, aliás, porque teve a humildade de perceber o porquê de não ganharmos no ano passado. Trabalhar em cima de algumas situações, que não tivemos tão bem, haver um respeito muito grande entre eles e o grupo de trabalho, estou a falar dos jogadores, em relação àquilo que são minhas decisões, à minha exigência, quando digo minha, digo equipa técnica também."

Centenas de treino: "Naquilo que foram centenas de treinos tiveram um comportamento fabuloso e nós, este ano, mudámos algumas vezes até em termos estruturais aquilo que queríamos para a equipa e eles sempre com uma dedicação enorme, percebendo que houve momentos da época que era importante mudar algumas coisas e nunca houve o cada jogador estar na sua zona de conforto, ou seja, foram capazes sempre de se superar, de ir à procura daquilo que nós queríamos e isso é fantástico. Este grupo, não tenho dúvida nenhuma, foi o melhor que apanhei."

Felicidade de treinador e jogador: "Momentos de enorme felicidade. Os momentos são todos diferentes, naquela altura era jogador, agora como treinador, foi concluída uma época fantástica, ou seja, foi a cereja em cima do bolo. Acho que os jogadores mereciam, pelo trajeto que fizeram todo o ano e nesta taça em particular. Tivemos sempre um sorteio complicado, mas fomos dando conta do recado e hoje estamos todos muito felizes de conquistar esta taça."

Competição: "Hoje todo o grupo merece, porque aqueles que entraram lá dentro só são tão competitivos, porque têm colegas que não jogam, não têm tantos minutos e lhes permitem ser competitivos dessa forma e, por isso, parabéns a todos os jogadores, a todo o grupo que tiveram e fizeram um ano fantástico".