Mercado, lesões e castigos "deixam FC Porto sem capitão": pode haver estreia no Jamor

.

 foto LUSA

Pepe, Marcano e Otávio não podem ser utilizados com o Belenenses: centrais continuam lesionados e o médio/ala está suspenso. Para fortalecer o espírito de grupo e apoiar da bancada, os três líderes do balneário também seguiram para estágio. No Jamor, a braçadeira terá novo dono até porque já não há Oliveira nem Corona

Pepe, Marcano e Otávio não estão convocados por Sérgio Conceição para a partida desta noite, com o Belenenses, mas quiseram seguir para Lisboa com a comitiva e integrar o estágio de preparação do encontro que abre a segunda volta do campeonato. Os dois centrais ainda estão a recuperar de lesão e o médio ala vai cumprir um jogo de castigo por ter acumulado cinco amarelos.

Ainda assim, fizeram questão de assumir a condição de líderes do balneário, procurando fortalecer a união do grupo numa altura em que a equipa se isolou na frente do campeonato, mas tem várias baixas, não só no plantel, como na equipa técnica, visto que Conceição também está castigado. Os três viajaram no autocarro com a restante comitiva até Lisboa e vão manter-se com o grupo em todos os momentos, incluindo as refeições e reuniões com a equipa técnica.

Mais logo, vão para bancada do Estádio Nacional apoiar o FC Porto e não só... "Pepe é capitão e não é só dentro do campo, é também fora. E nos estádios está sempre a apoiar-nos, passa a experiência dele, ficamos muito felizes por isso, está sempre com a gente, fico mais tranquilo, porque ele fala de fora e eu e os nossos colegas conseguimos escutá-lo", disse em tempos Otávio, a propósito da presença fora das quatro linhas do jogador mais experiente do plantel. Esta noite, estará ao lado do central a "empurrar" os companheiros.

Com estas ausências e as saídas, esta semana, de Sérgio Oliveira (cedido à Roma até final da temporada com opção de compra) e de Corona (vendido ao Sevilha), o FC Porto chega a este jogo com o Belenenses sem os cinco primeiros na hierarquia dos capitães e, naturalmente, os jogadores que mais vezes usaram a braçadeira ao longo da temporada.

Quer isto dizer que esta noite poderá haver uma estreia absoluta. Tudo dependerá das opções de Sérgio Conceição, naturalmente. Dos jogadores disponíveis, Bruno Costa, que é um dos candidatos ao lado direito da defesa, é o único que já foi capitão: aconteceu na receção ao Rio Ave para a Taça da Liga, em dezembro.

Caso contrário, Mbemba, Uribe, Vitinha e Luis Díaz, por uma questão de antiguidade, estão na linha da frente para assumirem o estatuto.