Atlético Mineiro irredutível por Zaracho, médio apontado ao FC Porto

Zaracho com Cuca, treinador do Atlético Mineiro

 foto AFP

Apontado como possível solução para o meio-campo do FC Porto, o jogador argentino é, nesta fase, um alvo muito caro, até porque o "Galo" nem sequer equaciona perdê-lo.

A eliminação do Atlético Mineiro nos quartos de final da Taça Libertadores, ante o Palmeiras, voltou a trazer à baila o nome de Matías Zaracho, que já havia sido colocado na órbita do FC Porto. Contudo, O JOGO sabe que o tombo do "Galo" na principal competição de clubes da América do Sul não alterou visão em relação ao médio argentino, que é para manter pelo menos até ao final da época no Brasil.

Como o nosso jornal deu conta em tempo oportuno, a SAD portista continua em busca de um reforço para o setor intermediário, de preferência com perfil de box-to-box, mas Zaracho, que até prefere atuar como uma espécie de número 10, não foi alvo de qualquer proposta concreta dos azuis e brancos. A juntar a isto, uma eventual abordagem pelo internacional argentino, de 24 anos, exigiria sempre um elevado esforço financeiro.

O clube campeão brasileiro detém apenas metade do passe do criativo (a outra metade está na posse do Racing), pelo que a Imprensa local colocou, ainda em julho, a fasquia nos 20 milhões de euros, cenário que não sofreu alterações.

De resto, Zaracho foi titular - jogou 74" - no duelo da madrugada de ontem com a equipa de Abel Ferreira, que o Atlético perdeu no desempate por grandes penalidades após um nulo nos 90".