Alex Telles explica festejo no Boavista-FC Porto: "Parece que querem desunir"

Alex Telles explica festejo no Boavista-FC Porto: "Parece que querem desunir"

Alex Telles explica o festejo do golo que decidiu o resultado do Boavista-FC Porto

Sobre o golo: "O meu golo foi só um detalhe do trabalho de toda a equipa. Tivemos uma semana difícil, mas tivemos sempre como prioridade o nosso trabalho. Optámos por falar pouco e trabalhar. Ficamos tristes quando não conseguimos ganhar, mas a dedicação está sempre ali. Nunca é fácil jogar no Bessa, só que esta equipa está de parabéns. Lutámos muito e saímos com a vitória."

Sobre o festejo: Quis que se visse a nossa união. Parece que querem separar e desunir o grupo, mas só nós sabemos quão unidos somos e o que trabalhamos. Demos a resposta depois de uma semana difícil."

Menos jogos: "Desde que cheguei já disse que queria deixar um legado. Tenho colocado toda a minha força nisso e acho que já o consegui. Também sou humano como todos e às vezes sinto um certo cansaço. Tenho conversado com o treinador, que me ajuda imenso e tenho um respeito grande por ele. Não sou diferente dos outros e posso ficar no banco. O Manafá jogou no meu lugar e esteve muito bem. Estou aqui para ajudar e dar o melhor pela equipa."