"Acho muita graça discutirem se o Sérgio fica no FC Porto ou não. Entretenham-se lá..."

"Acho muita graça discutirem se o Sérgio fica no FC Porto ou não. Entretenham-se lá..."
Bruno FIlipe Monteiro

Tópicos

ENTREVISTA - Presidente do FC Porto acha graça a que se discuta a continuidade de Sérgio Conceição no clube, quando este tem contrato e partilha o mesmo desejo de o prolongar.

O presidente e o treinador vão ter férias?

-Acho que não. Pelo menos, o telefone estará sempre ligado. Não é linha vermelha, que aqui só há linha azul, mas está sempre ligada. Não é possível abstrairmo-nos dos problemas, dizer que agora vamos para férias... Já foi tempo, já há 40 anos que não sei o que é isso.

Como vê toda a especulação à volta do futuro de Sérgio Conceição?

-Acho muita graça, nos programas, discutirem se fica ou não, os inteligentes a dar palpites, outros acham que não fica. Vejo isso na televisão e acho que devem estar todos um bocado confusos, porque um dia acordam com a Cristina na SIC, no outro dia já está na TVI, depois é o outro que está na TVI que já está na SIC... de modo que, para eles das televisões, o fica ou não fica é uma questão de acordar bem-disposto ou ter a tal luz que o outro sujeito teve. Não. Aqui no FC Porto não é assim. Quem tem contrato cumpre, fica de alma e coração e, a seu tempo, quando há vontade dos dois, como é o caso, renova-se com calma. Entretenham-se lá com o fica ou não fica. Olhe, acho que a Cristina vai ficar na TVI, porque o Mário Ferreira não brinca em serviço.

Sérgio Conceição será o segundo treinador durante a sua presidência que ficará quatro anos, depois de Jesualdo Ferreira...

-Quando o FC Porto tem um treinador e o mantém, seja ele qual for, é porque entendo que é do que o FC Porto precisa. Porque no dia em que entendesse que o treinador, fosse quem fosse, já não servia os interesses do FC Porto, não continuaria. O Sérgio [Conceição], como outros que estiveram muito tempo, interessa ao FC Porto. Contaram-me, e depois vi na RTP, que, quando acabou o jogo, o sr. Bruno Prata, que tem qualquer coisa contra o FC Porto e contra mim, chamava a atenção para o facto de este campeonato ter sido mais do treinador do que do presidente. Os campeonatos que o FC Porto ou qualquer clube ganham são do presidente, do diretor do futebol, do treinador, dos jogadores, dos empregados que estavam; são de todos. É evidente que o lugar mais importante para que haja sucesso no futebol é o treinador. Mas discutir se este campeonato é deste ou daquele? É, desculpe que diga, uma imbecilidade. Fiquei triste, porque o sr. Bruno Prata, com quem tenho boa relação, está a passar por qualquer problema psicológico. Isto não é dele.