"A evolução dos jogadores é fundamental"

"A evolução dos jogadores é fundamental"

Treinador da equipa B do FC Porto relativiza a conquista de títulos e sublinha que, para os treinadores, a evolução dos jogadores é a prioridade

Luís Castro, treinador da equipa B do FC Porto, que vai competir na II Liga, afirmou esta terça-feira que a prioridade do trabalho para a nova temporada passa por "desenvolver os jovens talentos do clube".

O técnico foi hoje o porta-voz do grupo de trabalho, no início dos treinos no Olival, partilhando que, apesar da sua missão de formador, não esconde ambição desportiva.

"É sempre importante ganhar e vencer títulos, mas relativizo isso. Fundamental, para nós treinadores, é a evolução dos jogadores. Se continuarmos a trabalhar atletas para as seleções, para a equipa principal, e que cresçam como ativos do clube, trocamos tudo isto por um título", garantiu Luís Castro.

Neste primeiro dia de treino evoluíram no relvado do Olival 25 jogadores, num grupo que, apesar de sete contratações, se baseia nos escalões de formação do clube.

"A época passada a equipa tinha no seu 'onze' base oito ou nove jogadores da formação. Este ano não vai fugir à regra, apesar de ter havido entradas que nos dão boas perspetivas para trabalhar estes talentos, para que sejam bons ativos do clube", disse.

Luís Castro, que terminou a temporada no comando da equipa principal dos dragões, não fez alusões a essa experiência, garantido estar motivado para desenvolver o seu trabalho na formação B.

"Mais uma vez inicio uma época a trabalhar, o que felizmente tem sido comum na minha vida de treinador. É fantástico ocupar este cargo e o mais importante é focar-me no desempenho da equipa de jogadores", sublinhou.

Luís Castro confessou que já teve algumas conversas com o novo treinador da equipa principal do FC Porto, o espanhol Julen Lopetegui, que também já trabalha no Centro de Treinos, mas não se alongou sobre o assunto.

"Já conversámos, mas será como no casamento em que o marido se vai ajustando à mulher a cada dia que passa", comparou.

Luís Castro terá como adjuntos na equipa B Paulinho Santos, Nuno Capucho, José Tavares e Daniel Correia, contando para já com um plantel provisório de 22 atletas, aos quais se juntaram hoje o guarda-redes João Costa, o defesa Ricardo Tavares e o médio Belinha.

André Silva, Francisco Ramos, Ivo Rodrigues, Rafa e Tomás Podstawski estão integrados nos trabalhos da seleção nacional sub-19, que prepara a participação na fase final do Campeonato da Europa da categoria.

Noutro âmbito, a equipa B do FC Porto deixará de usar o estádio Estádio Dr. Jorge Sampaio, em Pedroso, na condição de visitado, e passará a jogar no estádio que integra o Centro de Treinos e Formação PortoGaia, no Olival, numa estrutura que está já a receber os necessários melhoramentos.

Plantel provisório para 2014/15:

- Guarda-redes: Caio e Filipe Ferreira (ex-júnior).

- Defesas: Braima Candé (ex-Sporting), Igor Lichnovsky (ex-Universidade Chile), Malthe Johansen (ex-Brondby), Tiago Ferreira, Zé António, Junior Pius (ex-júnior) e Rafa.

- Médios: Leandro, Rúben Neves (ex-júnior), Graça (ex-júnior), Élvis (ex-Desportivo Brasil), Rui Moreira (ex-júnior) e Pité (ex-Beira-Mar).

- Avançados: Fréderic Maciel, Célestin Djim (ex-Standard Liège), Roniel (ex-Grémio Anápolis), Idrisa (ex-júnior), Rúben Alves (ex-júnior), Sérgio Ribeiro (ex-júnior), Rúben Macedo (ex-júnior) e Rui Pedro (ex-júnior).