"Temos qualidade e sabemos muito bem o que temos que fazer"

"Temos qualidade e sabemos muito bem o que temos que fazer"

Folha antevê "muitas dificuldades" no jogo com o Moreirense

O treinador do Portimonense anteviu esta quarta-feira "muitas dificuldades" na visita ao Moreirense, mas assegurou que a equipa vai lutar pela vitória, na sexta-feira, no jogo da quarta jornada da I Liga.

"O Moreirense é uma equipa muito equilibrada e que nos vai criar muitas dificuldades e dar muito trabalho. Temos qualidade e sabemos muito bem o que temos de fazer em campo para fazermos um bom jogo e ficar mais próximo de o ganhar", disse o técnico dos algarvios.

António Folha falava na conferência de imprensa de antevisão do encontro que opõe o Portimonense, nono classificado, ao Moreirense, sétimo, mas com igual número de pontos, quatro, agendado para sexta-feira, às 19h00, no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos.

Folha disse esperar que na deslocação ao Minho, a equipa "mantenha a qualidade de jogo que tem apresentado em confrontos anteriores, importante para alcançar a segunda vitória fora de casa", repetindo o êxito que teve na segunda jornada, quando venceu o Tondela (2-1).

"Precisamos de manter a qualidade, ambição e determinação para podermos continuar a fazer bons jogos e a tentar ganhá-los", indicou o treinador.

Folha disse ainda que, excetuando o médio Paulinho, ainda lesionado, todos os jogadores estão aptos a dar o seu contributo no confronto com o Moreirense.

Segundo o técnico dos algarvios, a derrota na jornada anterior com o Sporting (3-1) não retira mérito à equipa, "até porque, foi contra um candidato ao título, no qual só o resultado não correu bem".

"A equipa foi competente e fez um bom jogo, embora os primeiros minutos não tenham corrido bem [o Portimonense sofreu dois golos nos cinco minutos iniciais]", recordou.

O treinador disse ainda que os reforços "estão a integrar-se muito bem naquilo que é o jogo da equipa, embora as cautelas sejam redobradas em relação à utilização de Jackson Martinez e Lucas Fernandes, que regressaram aos treinos na última semana".

"São jogadores de grande qualidade, mas temos de ter algumas cautelas na sua integração porque só agora iniciaram a sua preparação", indicou.

O técnico revelou ainda que este ano o Portimonense vive um clima de maior tranquilidade em relação à saída e entrada de jogadores, embora o mercado de transferências continue em aberto.

"Este ano as coisas estão mais tranquilas, porque até ao fecho do mercado um treinador vive numa certa angústia, à espera que não saia ninguém e na expectativa de entrar um ou outro jogador", lembrou.

O treinador acrescentou que está "muito contente com o plantel atual, que permite ter uma equipa muito equilibrada", mas admitiu "que possa haver um ou outro ajuste até ao fecho do mercado de transferências".