Portimonense tem um talismã na Taça de Portugal: "É destemido, um craque"

Portimonense tem um talismã na Taça de Portugal: "É destemido, um craque"
Hélio Nascimento

Tópicos

Rui Tavares treinou o guarda-redes Payam no Irão e não se admira que ele tenha sido decisivo, defendendo dois penáltis.

O iraniano Payam Niazmand é o talismã do Portimonense na Taça de Portugal. Depois de ter ajudado a eliminar a Oliveirense, o guarda-redes revelou-se decisivo em Famalicão, defendendo duas grandes penalidades e "levando" a equipa para os quartos de final, fase que os algarvios não alcançavam há vinte anos.

Curiosamente, Payam só fez dois jogos oficiais, ambos na prova rainha e ambos resolvidos no desempate por penáltis. O iraniano é reforço desta época, mas já tinha uma ideia do que vinha encontrar no futebol português. No Sepahan, o seu ex-clube, foi treinado por Rui Tavares, o técnico de guarda-redes que acabou de se sagrar campeão do Equador pelo Independiente (integrando a equipa de Renato Paiva). "O Payam é um miúdo muito trabalhador, ágil e destemido. Tem enorme qualidade e dá totais garantias. É um craque", resumiu Rui Tavares.

Apesar da sua valia - é internacional pelo Irão - o guardião, de 26 anos, vem assistindo do banco ou da bancada aos jogos da Liga Bwin, onde Samuel tem reunido a preferência de Paulo Sérgio e é titular indiscutível. A este propósito, aliás, o treinador dos alvinegros não podia ser mais claro. "É uma posição onde tenho uma tremenda dor de cabeça e qualquer dos quatro podia ser o dono da baliza", disse, afirmando depois, em jeito de justificação, que "Samuel tem dado conta do recado".

O técnico elogiou também Ricardo Ferreira, que "é excelente e de top", bem como o japonês Nakamura e Payam. "São internacionais e só espero que continuem a ser convocados."