Paulo Sérgio satisfeito: "Não quero que ganhe um rótulo de arma secreta"

Paulo Sérgio satisfeito: "Não quero que ganhe um rótulo de arma secreta"

Paulo Sérgio falou à Sport TV logo após a vitória do Portimonense, por 2-1, em casa do Marítimo na quarta jornada da I Liga

Sobre o jogo: "Conseguimos ser competentes durante todo o jogo, um erro ou outro aqui e acolá, nada de maior. Fizemos um jogo muito personalizado, de muita competência, estou muito satisfeito por sair daqui com os três pontos. Os jogadores mereciam, deram uma resposta fantástica, brutal, trabalharam muito bem a bola, estou muito feliz por eles".

Vitória especial: "O Marítimo é um terreno muito difícil para todas as equipas. Os grandes quando vêm aqui jogar reconhecem a dificuldade de jogar aqui nos Barreiros e isso não é por causa da geografia. Tem a ver com a qualidade das equipas que normalmente o Marítimo tem. E portanto o Marítimo ainda dá mais valor à nossa vitória".
Entrada do Anderson, autor do segundo golo, foi decisiva

Sobre Anderson: "Não é a primeira vez que o Anderson nos acrescenta. Não é só pelo golo, mas já num jogo anterior mexeu muito com o jogo. Tenho falado muito com ele, é um jogador que o seu processo de crescimento passa também por conseguir fazer isto também quando começa de início, Não quero que ganhe um rótulo de arma secreta. Estou muito satisfeito, entrou muito bem mais uma vez".