Paulo Sérgio e o triunfo expressivo sobre o V. Guimarães: "Resultado soa a tranquilidade mas foi muito difícil..."

Paulo Sérgio e o triunfo expressivo sobre o V. Guimarães: "Resultado soa a tranquilidade mas foi muito difícil..."

Treinador do Portimonense admitiu dificuldades sentidas, salientou as melhorias da equipa algarvia e evidenciou agrado pela criação de uma inédita série vitoriosa ante um elogiado adversário

Análise: "Foi um jogo mais difícil do que o resultado transparece. É sabido que gosto que a equipa tenha mais bola do que teve hoje. O Vitória soube trabalhar a posse e tem jogadores muito repentinos na frente. Fizemos o trabalho de casa, fomos ver como trabalhava o Bino na equipa B do Vitória. O jogo tem equilíbrios e desequilíbrios. A dada altura deixamos de ter a intenção de pressionar alto. Os posicionamentos interiores do Edwards e do André Almeida estavam a criar problemas. Alterámos para outra estrutura para fazer face. Na primeira parte, foi complicado aqui e ali. Na segunda parte, tornámos as coisas mais claras. É sinal de crescimento saber estar sem bola e depois ferir o adversário. O resultado soa a tranquilidade mas foi um jogo muito difícil. Tivemos muito mérito."

"Os três pontos não chegam para o nosso objetivo. Temos os pés no chão. Falou-se muito durante esta semana sobre os jogadores e isso tira foco. Os jogadores deram boa resposta e concentraram-se apesar do ruído em torno da equipa."

Duas vitórias seguidas: "Comentei com os jogadores, durante a semana, que já pensei mudar quatro, cinco elementos após uma vitória. Parece contranatura, mas tinha a sensação de que a equipa relaxava. Alertei os meus jogadores para isso. A resposta foi boa e há que dar continuidade a este bom momento. Foi uma belíssima vitória contra uma equipa muito boa. Fomos eficazes e soubemos contrariar o Vitória."

EM ATUALIZAÇÃO