Paulo Sérgio deixa aviso: "A equipa tem de dar mais"

Paulo Sérgio deixa aviso: "A equipa tem de dar mais"

Novo treinador do Portimonense deixou uma mensagem clara ao plantel: "Há equipas com menos qualidade que têm mais pontos, porque colocam mais empenho em jogo. Os nossos atletas vão ter de acrescentar isso".

O novo treinador do Portimonense, Paulo Sérgio, pediu mais "atitude" e "empenho" aos jogadores, de forma a alcançarem o objetivo da permanência na I Liga. "O plantel tem qualidade para ocupar outro lugar. Pode ter faltado sorte até agora, mas a equipa tem mais para dar. Não falo de qualidade individual ou técnica, mas de compromisso e atitude. Há equipas com menos qualidade que têm mais pontos, porque colocam mais empenho em jogo. Os nossos atletas vão ter de acrescentar isso", afirmou, esta segunda-feira, na conferência de imprensa de apresentação, no Estádio Municipal de Portimão.

A equipa de Portimão leva oito jogos sem vencer; o último triunfo data de 30 de novembro do ano passado, na receção ao Famalicão (2-1). Após 20 jornadas, o Portimonense ocupa o 17º e penúltimo lugar da I Liga, com 14 pontos, menos dois do que o Paços de Ferreira, primeira equipa acima da zona de despromoção.

A prever uma "caminhada dura e longa" para atingir o objetivo da permanência, Paulo Sérgio assumiu que o nível de exigência vai aumentar. "Temos de ser todos mais responsáveis. Toda a gente no país consegue reconhecer qualidade no grupo do Portimonense, há aqui jogadores de grande talento, mas isso por si só não basta", lembrou o treinador, para quem é "lastimável" que o clube não consiga aproveitar a qualidade de que dispõe. Em causa estão "pormenores ao nível posicional, ao nível do espaço, com e sem bola", em que será preciso "trabalhar afincadamente", explicou.

"Ninguém pense que, por haver qualidade, vão ser favas contadas. A luta será até à última jornada e é minha convicção de que vamos chegar lá com os pontos suficientes", rematou o sucessor de Bruno Lopes, que se faz acompanhar no Portimonense por Bruno Veríssimo, treinador de guarda-redes a juntar à equipa técnica que já inclui Rolão Preto, Ricardo Pessoa e Pedro Silva.

Paulo Sérgio, 51 anos, regressa a Portugal, depois de ter treinado os sauditas do Al Taawon, os iranianos do Sanaf Naft e o Dibba Al Fujairah, dos Emirados Árabes Unidos.

A última equipa portuguesa que orientou foi a Académica, em 2014/15, após passagens por APOEL, Cluj e Hearts e de ter orientado Sporting, Vitória de Guimarães, Paços de Ferreira, Beira-Mar, Santa Clara e Olhanense.

Folha, que cumpria a sua segunda temporada no clube, deixou o Portimonense em 18 de janeiro, após uma derrota por 3-0 no terreno do Aves, último classificado. Nas últimas três jornadas, Bruno Lopes esteve interinamente no comando da equipa.