"O árbitro é do Porto, o quarto árbitro também e até o VAR é do Porto"

"O árbitro é do Porto, o quarto árbitro também e até o VAR é do Porto"

Acionista maioritário da SAD do Portimonense, Theodoro Fonseca, comentou a arbitragem de Rui Costa no Portimonense-FC Porto, que os dragões venceram por 3-2, considerando que Jadson não cometeu grande penalidade.

Theodoro Fonseca, o acionista maioritário da SAD do Portimonense, não gostou da atuação do árbitro Rui Costa. "Teve um dia muito mau", afirmou a O JOGO, aludindo em seguida aos principais incidentes da partida.

"Não jogámos ao nosso nível na primeira parte e o FC Porto foi naturalmente melhor. Os números não mentem, apesar de o árbitro ter estado mal no lance da grande penalidade, que não existe, e de algumas faltas mal assinaladas", considerou, criticando o critério da escolha dos elementos que dirigiram o jogo.

"O árbitro é do Porto, o quarto árbitro também e até o VAR é do Porto", salientou, precisando, no entanto, que "nada disto retira mérito ao FC Porto e ao seu triunfo". Segundo Theodoro Fonseca, esta é uma eventual polémica que "devia ser evitada", pedindo "um bocado de bom senso".

Depois sustentou ter gostado "da superação da equipa" durante o segundo período. "Foi uma reação à Portimonense", completou.