Nakajima está pronto para a "segunda vida": "Vai-nos ajudar imenso" 

Nakajima está pronto para a "segunda vida": "Vai-nos ajudar imenso" 

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Hélio Nascimento

Tópicos

Paulo Sérgio tinha anunciado que o "pequeno imperador" caminhava rumo à melhor forma e agora reconhece que este até já dispõe de mais capacidade para pressionar. A equipa agradece...

Nakajima ameaça voltar aos bons velhos tempos e as últimas indicações apontam nesse sentido. O japonês começou por dar um cheirinho da sua graça no jogo de Braga, que, por sinal, até correu mal em termos coletivos. Uma semana depois, voltou aos golos e foi considerado o "homem do jogo", frente ao Belenenses.

Paulo Sérgio foi o primeiro a reconhecer que Nakajima está a caminhar para o seu melhor. "Já tinha dado bons sinais em Braga, revelando prontidão para os jogos, sem esquecer o imenso tempo em que esteve parado. Agora tem mais competitividade e capacidade para pressionar. Depois, claro, é um jogador de qualidade que nos vai ajudar imenso", argumentou o treinador, que tem optado por colocar o internacional nipónico a atuar nas costas do ponta de lança, à laia de dez que conduz, distribui e finaliza.

Nakajima tem a carreira intrinsecamente ligada ao Portimonense, onde deu nas vistas - desde 2017 - e passou os seus melhores momentos. O último golo pelos algarvios datava de 2 de dezembro de 2018, no triunfo por 3-2 sobre o Tondela.

No mercado de janeiro dessa época foi transferido para o Al-Duhail do Catar, após cinco golos e outras tantas assistências em 13 jogos na Liga portuguesa. Seguiu-se o FC Porto, onde não foi feliz, o empréstimo ao Al Ain dos Emirados e, agora, ao emblema de Portimão, onde, tudo indica, vai ter uma segunda vida.

Uma paragem de oito meses

Shoya Nakajima, 27 anos, lesionou-se em fevereiro ao serviço do Al Ain e só voltou a jogar em outubro, ou seja, oito meses depois. À grave lesão (fratura da tíbia com rotura de ligamentos) seguiu-se a operação e o obrigatório período de recuperação e reabilitação.

Leva agora quatro jogos pelo Portimonense, um deles para a Taça de Portugal, mas ainda não cumpriu os 90 minutos. Está emprestado pelo FC Porto, recorde-se, e, já agora, o último tento em solo luso - e único pelos dragões - foi obtido em 19 de dezembro de 2019, frente ao Santa Clara, para a Taça de Portugal.