"Se fosse igual já não era mau, desde que se concretizasse"

"Se fosse igual já não era mau, desde que se concretizasse"

António Folha, que substituiu Vítor Oliveira no Portimonense, vai estrear-se na I Liga

O treinador do Portimonense, António Folham disse que a equipa quer juntar um bom resultado, na receção de segunda-feira ao Boavista na jornada inaugural da I Liga de futebol, à qualidade de jogo já existente.

"Para esta fase da época, a equipa apresentar esta qualidade, caudal ofensivo e inúmeras oportunidades de golo, se fosse igual já não era mau, desde que se concretizasse", afirmou António Folha.

Em conferência de imprensa, o técnico, que substituiu Vítor Oliveira após o final da última temporada e vai estrear-se na I Liga, abordou a derrota da semana passada diante do Rio Ave (0-2), para a Taça da Liga, elogiando a prestação da equipa, mas admitindo que falhou na concretização.

Por isso, frisou, no encontro de segunda-feira, a equipa estará preocupada "em somar três pontos", sabendo que vai ter de "trabalhar muito para os conseguir".

"Esta vitória, se acontecer, não é mais do que três pontos. Se acontecer algo em contrário, também não é drama nenhum. Estamos a começar, sabemos bem o caminho que queremos percorrer. Queremos entrar forte, se possível com uma vitória", assegurou o treinador do Portimonense.

António Folha considerou o Boavista "um adversário bastante competitivo e com qualidade" e que, destacou, "manteve uma base grande ou quase toda do ano passado".

Questionado sobre a falta de opções para o eixo do ataque - saíram Fabrício, melhor marcador da equipa na época passada, e Pires, emprestado ao Penafiel, da II Liga, no início desta semana, e ainda não chegaram substitutos -, Folha sublinhou que o problema "está identificado", mas que, neste momento, importa trabalhar com quem integra o plantel.

"Todos temos a noção disso. Mas não vai acabar o mundo. Vamos ter outras soluções e gente motivada para jogar. Trabalhámos bem no sentido de preparar o jogador que vai jogar nessa posição", referiu.

O defesa central Jadson, por lesão, está fora das opções de António Folha para a estreia no campeonato, enquanto o médio Ewerton, emprestado pelo FC Porto, já poderá ser opção, informou o técnico.

O Portimonense recebe o Boavista na segunda-feira, às 20h15, no Estádio Municipal de Portimão.