Pepa deixou sem resposta a estranheza de Sá Pinto

Pepa deixou sem resposta a estranheza de Sá Pinto

Reacção do treinador do Braga à vitória do Paços de Ferreira, em Penafiel, na Taça da Liga, fica para a "altura certa" e "se for preciso". Sá Pinto afirmou a propósito do adversário com quem discute a presença na fase final: "Uma equipa com dez, dois golos de penálti, resta saber como foram". O Louletano é tudo o que interessa a Pepa.

Louletano será o adversário mais fácil: "Não, longe disso. Quem anda nisto sabe que acontece Taça todos os anos. Temos de estar prevenidos, trabalhámos com respeito e profissionalismo. Foi uma semana normal, analisamos o Louletano ao pormenor. O contexto é outro, mas a nossa seriedade, ambição são as mesmas. O Louletano está a fazer um campeonato muito interessante, tem um treinador experiente, o Zé Nando, e jogadores que passaram pela I e II Ligas, com qualidade e estes jogos não deixa de ser uma oportunidade de se voltar a falar neles. Se o Louletano ganha, isso será notícia. Na teoria somos melhores, mas isso não vale de nada."

Final da Taça: "Não podemos esconder e falo na presença do Paços de Ferreira na final em 2009. É um sonho, desde criança; mas, para nós, é algo de ambição em voltar a fazer aquela história, colocar o topo [bancada] todo de amarelo."

Declarações de Sá Pinto: "Na altura certa... Agora, o foco é no Zé Nando, no Louletano, nos seus jogadores. Ter a humildade de reconhecer que no outro lado há qualidade individual, uma equipa com história no futebol português. Do resto [declarações Sá Pinto], zero...temos tempo para falar nisso, se for preciso."