"Mais do que um fôlego para trabalhar, é o desbloquear as cabeças"

"Mais do que um fôlego para trabalhar, é o desbloquear as cabeças"
Redação com Lusa

Tópicos

Declarações de César Peixoto, treinador do Santa Clara, após o empate 1-1 no terreno do Santa Clara, na sétima jornada da Liga Bwin.

Análise ao jogo: "Era importante desbloquearmos a pressão que tínhamos de ainda não ter pontuado. Penso que em outros jogos para trás poderia ter acontecido, mas, por isto ou por aquilo, não aconteceu. Era importante darmos hoje uma boa resposta. Acho que fomos a equipa que mais oportunidades criou, a equipa que tentou jogar e que teve mais perto de vencer. Se levássemos daqui os três pontos penso que não era descabido, até porque as grandes oportunidades de golo são nossas. A equipa, desta vez e muito bem, reagiu como grupo. Reagiu bem e continuou a jogar, criou oportunidades. Na segunda parte, corrigimos algumas coisas ao intervalo e entrámos fortes como pretendíamos. Fizemos o 1-1 e em mais uma outra situação podíamos ter feito o golo."

Frustração: "Mais do que um fôlego para trabalhar, é o desbloquear as cabeças. É desbloquear uma situação de muitos jogos sem pontuar. Muitas vezes injustamente. A frustração dos jogadores era grande. Tivemos uma semana fantástica de trabalho. Reagiram muito bem ao que foi à frustração da última derrota em casa. Demonstrámos e demos um passo de gigante em frente em termos de espírito de grupo."

Adaptação dos novos jogadores: "Temos muitos jogadores jovens que vieram de outros países e que se estão adaptar. Foi muito importante para eles perceberem que para pontuar aqui em Portugal é preciso não só o talento que eles têm, mas a alma, o caráter, o sacrifício".