Jorge Simão reagiu assim à saída de Douglas Tanque do Paços de Ferreira

Jorge Simão reagiu assim à saída de Douglas Tanque do Paços de Ferreira
Redação com Lusa

Tópicos

O técnico pacense não escondeu que preferia ter Tanque como mais uma opção para o ataque no plantel, garantindo, no entanto, que "a equipa está preparada" para responder a esta saída.

O treinador Jorge Simão fez este domingo um elogio público a Douglas Tanque, de saída do Paços de Ferreira para os Emirados Árabes Unidos, destacando o "o comportamento e contributo" do futebolista brasileiro.

"Devo prestar uma homenagem pública ao que foi o legado que [Douglas Tanque] deixou neste clube. Sai como o jogador como mais golos neste clube. A saída dele foi sempre estando em cima da mesa, nunca foi confirmada no período de transferências até 31 agosto, mas a saída não foi ponderada, embora pudesse ou não acontecer", disse Jorge Simão, à margem da conferência de antevisão do jogo com o Belenenses SAD, na segunda-feira.

O técnico pacense não escondeu que preferia ter Tanque como mais uma opção para o ataque no plantel, garantindo, no entanto, que "a equipa está preparada" para responder a esta saída.

"Se não tivesse acontecido, ainda bem, mas aconteceu e estamos preparados. Resta agradecer todo o comportamento e o contributo que deu ao clube. Também foi uma boa passagem para ele, pois permitiu-lhe ir jogar agora para uma equipa que vai melhorar substancialmente a sua qualidade de vida. Esperemos que o mesmo possa vir a acontecer com outros jogadores, pois isso é sempre um bom aliciante para qualquer jogador profissional de futebol", concluiu.

Douglas Tanque ingressou no Paços de Ferreira em 2018/19 e ia cumprir a quarta temporada ao serviço dos castores, ao serviço dos quais disputou um total de 110 jogos, tendo anotado um total de 38 golos.

O avançado brasileiro, de 27 anos, vai agora representar o Khofakkan, equipa dos Emirados Árabes Unidos.