"Expulsão de Pepa? Situações normais; é paixão e emoção"

"Expulsão de Pepa? Situações normais; é paixão e emoção"

Samuel Correia, adjunto de Pepa, falou no final do jogo no Dragão que terminou com a vitória do FC Porto por 2-0 e abordou o cartão vermelho mostrado ao treinador do Paços de Ferreira

Sofrer aos 18 minutos que impacto teve na equipa?

"Sofrer traz sempre problemas. Sabíamos que o FC Porto ia entrar forte, como entrou, e tentámos estar organizados em termos defensivos. O golo podia ter abalado a equipa, mas a equipa manteve-se concentrada e coesa. Talvez na primeira parte tenhamos tido alguma falta de critério, mas tentámos retificar. Na segunda parte, mantivemos o registo defensivo, tentámos ter mais critério e jogar por fora. Penso que estávamos a chegar lá, mas no nosso melhor momento levámos com o segundo golo, um golo fantástico. Contudo, tivemos sempre qualidade e quero deixar uma palavra aos jogadores que tiveram um comportamento inexcedível."

O que leva o Paços de Ferreira deste jogo?

"Agarramo-nos a esta alma e a esta qualidade. Chegar aqui e ter este espírito coletivo e esta qualidade é o que dá alento."

Como viu a expulsão de Pepa em cima do minuto 90?

"São situações normais de futebol; é paixão e emoção. São situações que acontecem."