"Derrota? Nós quisemos ter a bola, o Vitória jogou como uma equipa pequena..."

"Derrota? Nós quisemos ter a bola, o Vitória jogou como uma equipa pequena..."

Declarações do treinador do Paços de Ferreira, esta sexta-feira, em reação à derrota, por 4-0, na visita ao reduto do V. Guimarães, em jogo da 30.ª jornada da Liga Bwin

Análise: "Antes de mais, devo agradecer a presença em massa dos adeptos num jogo de dificuldades. Na primeira parte, fomos uns campeões, jogámos como equipa grande, em campo todo, dominámos, tivemos quase 70 por cento da bola, criámos situações de perigo. A primeira parte foi completamente dominada por nós, o Vitória jogou em transição, jogou como uma equipa pequena connosco e a aproveitar o espaço nas costas [da defesa]. Soube aproveitar isso, nós quisemos ter bola, a ser proativos."

Críticas à arbitragem: "Fizemos um bom jogo enquanto houve jogo. A partir de um momento, deixou de haver jogo. São marcadas faltas por jogadores caírem com o vento, são situações recorrentes. Mais não me apetece dizer. Isto não valoriza nada o futebol. Nunca falo de árbitros. O que aconteceu aqui não é justo para a minha equipa. Tenho orgulho neles. Eles estão chateados, frustrados, pensávamos disputar o resultado. O resultado é injusto porque é muito volumoso. Há que levantar a cabeça."

Mais quatro jogos: "Há que esperar tudo. Acredito nos meus jogadores, no nosso trabalho, na estrutura, nos adeptos. Teremos um jogo difícil em Barcelos e de nos reerguer, mais uma vez. Temos sido uma equipa proativa, que veio de baixo para cima. Há muitos jovens a entrar... Temos de valorizar o espetáculo dentro do que controlamos. Há momentos que não podemos controlar."