César Peixoto: "Quem vier, tem de vir para ajudar e não para fazer número"

César Peixoto: "Quem vier, tem de vir para ajudar e não para fazer número"
Redação com Lusa

Tópicos

Declarações do treinador do Paços de Ferreira na antevisão ao jogo com o Gil Vicente.

O treinador do Paços de Ferreira, César Peixoto, disse ter a equipa pronta para iniciar a I Liga de futebol, reconhecendo qualidade e alguma vantagem ao Gil Vicente no jogo que encerra a primeira jornada, na segunda-feira.

"Dá para perceber que a equipa está pronta, mas precisamos de competição e de ritmo de jogo. [O Gil Vicente] Vem já com ritmo diferente, sendo uma desvantagem não termos jogado ainda. É uma boa equipa, bem organizada, com um bloco subido, e vai criar-nos muitas dificuldades, mas vamos dar uma boa resposta", disse César Peixoto na conferência de antevisão da partida.

Ao longo da sua intervenção, o técnico dos "castores" fez sempre questão de dizer que está "calmo e tranquilo" relativamente às opções de que dispõe no plantel, sem deixar de reconhecer que "a equipa precisa de mais gente". "Gostaria de ter já o plantel fechado, mas temos de trabalhar com os que temos. Quem vier, tem de vir para ajudar e não para fazer número e, por isso, temos de ser muito criteriosos, até para trazermos quem queremos. Estou cá para criar soluções aos problemas que nos vão aparecendo, mas estou tranquilo em relação ao caminho", sublinhou.

César Peixoto relativizou ainda a escassez de soluções no ataque, o que dificulta a sua ambição de ver a equipa marcar mais golos, considerando que o reforço Arthur Sales, previsivelmente titular em Barcelos, oferece outras coisas e cria novos desafios. "O Arthur [Sales] tem qualidade e, com as características dele, temos de chegar às soluções e aos golos. Temos de saber criar dinâmicas e formas de jogar para criar opções de golo", afirmou César Peixoto.

O extremo brasileiro Kayke, do Manchester City, é "um jogador referenciado" pelo Paços, embora o técnico tenha dito que "não é garantido que venha" a reforçar os pacenses.

Menos dúvidas teve o técnico relativamente aos indisponíveis, dado que Jorge Silva e Flávio Ramos continuam em recuperação e, por isso, vão falhar a estreia na competição. O mesmo acontece com o reforço Tiago Ilori, que, segundo o técnico, está numa fase de preparação mais atrasada, enquanto Luiz Carlos se apresenta condicionado.

O jogo que vai opor o Gil Vicente ao Paços de Ferreira realiza-se no estádio Cidade de Barcelos, na segunda-feira, às 20:15, e terá arbitragem de André Narciso, da Associação de Futebol de Setúbal.