Exclusivo Luta pela permanência: mudanças nos aflitos criam mais aflições

Luta pela permanência: mudanças nos aflitos criam mais aflições
Melo Rosa/Lino Devesas/Miguel Gouveia Pereira/Conceição Diogo

Tópicos

Só nove clubes da Liga Bwin não mudaram de treinador esta época, mas, curiosamente, na cauda da tabela, os dois últimos que se salvaram (Vizela e Arouca) resistiram à tentação e ganharam a aposta.

Nove dos 18 clubes da Liga Bwin trocaram de treinadores ao longo da época - e alguns até mais do que uma vez - pelo que se torna quase impossível tirar grandes conclusões sobre os efeitos práticos das chicotadas.

Mesmo assim, seis dos oito primeiros classificados estão entre os que não o fizeram, o que talvez incline o prato da balança para o lado da estabilidade. Entre os outros três que resistiram estão os dois últimos a carimbar a permanência (Vizela e Arouca), e neste contexto de aflições já é possível escarafunchar um pouco mais os efeitos das trocas: se estão onde estão na tabela, a conclusão parece simples...