Jogo entre V.Guimarães e FC Porto vale mais de 23 mil euros em multas

Jogo entre V.Guimarães e FC Porto vale mais de 23 mil euros em multas

O Conselho de Disciplina puniu os dois clubes pelo comportamento dos adeptos

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol teve mão pesada para com o V.Guimarães e FC Porto. Em causa está o comportamento dos adeptos no jogo que opôs as duas equipas no dia 3 de fevereiro, no Estádio D.Afonso Henriques.

O V.Guimarães foi multado em 12.624 euros e o FC Porto em 10.806, ou seja 23.430 euros no total.

Os castigados aplicados ao Vitória dizem respeito à "utilização de 39 engenhos pirotécnicos", infração que valeu a coima mais alta (6694 euros), além do "arremesso de cadeiras para os adeptos adversários" e do "arremesso de diversas moedas e um isqueiro na direção do jogador n.º13 do FC Porto [Alex Telles], que se preparava para executar um pontapé de canto", sem que o futebolista tivesse sido atingido. A "entrada e permanência de materiais pirotécnicos" valeu 4782 euros de multa.

Do lado dos dragões, a multa mais alta (7650 euros) foi aplicada pelo arremesso "para dentro do terreno de jogo de um petardo e um pote de fumo", que não atingiu qualquer agente desportivo, nem forçou a paragem da partida.

O "arremesso de cadeiras para os adeptos adversários" e a utilização de materiais pirotécnicos, "no total nove engenhos", também constam dos castigos aplicados pelo Conselho de Disciplina.