Benfica em vantagem, FC Porto no tudo ou nada: país em suspenso no dia do campeão

Benfica em vantagem, FC Porto no tudo ou nada: país em suspenso no dia do campeão
Duarte Tornesi/Sérgio André

Tópicos

O líder Benfica parte em vantagem na corrida ao título, enquanto o FC Porto joga o tudo ou nada na receção ao Sporting.

E de hoje não passa. Começa às 18h30 a desenhar-se o campeão nacional 2018/19. A luta prometida entre Benfica e FC Porto durou mesmo até ao lavar dos cestos. Na Luz, ensaia-se a "reconquista", com as águias a assumirem total favoritismo diante do Santa Clara. No Dragão, a missão é mais complicada, pois depende do que acontecer em Lisboa. Ou seja, os azuis e brancos precisam de ganhar o clássico contra o Sporting - uma espécie de experiência para o que irá acontecer dentro de uma semana, na final da Taça de Portugal - e que o Benfica perca para festejarem o bicampeonato.

A depender apenas de si próprio, o Benfica terá 60 mil a seu lado e um adversário teoricamente mais acessível que, contudo, realizou uma temporada fantástica. A meio caminho dos dois estádios estará o presidente da Liga, Pedro Proença, para entregar o troféu a quem vencer a prova. Nas 33 jornadas realizadas, o Benfica tem 84 pontos contra os 82 do FC Porto. E se os lisboetas têm o melhor ataque da competição, com 99 golos marcados, os portistas têm a melhor defesa com 19 sofridos.

Dois precedentes motivam os dragões

Analisando a história do campeonato português, apenas em duas ocasiões o segundo classificado conseguiu saltar para o topo na última jornada. Em 1954/55, o Belenenses entrou na derradeira ronda com um ponto de vantagem sobre o Benfica, mas um empate caseiro com o Sporting (2-2) aliado a uma vitória dos encarnados sobre o Atlético (3-0) viraram as contas do título ao cair do pano: a equipa da Luz haveria de festejar à conta de uma maior diferença de golos (41 contra 35). Em 1979/80, o FC Porto e Sporting partilhavam a liderança à entrada da última jornada, com os dragões em vantagem pela diferença de golos (52 contra 47). Contudo, os portistas perderam em Espinho (0-2) e foram batidos pelo Sporting, que venceram o Leiria (3-0). No total foram 30 as edições da liga decididas nas últimas jornadas, sendo que apenas seis delas ocorreram durante a era dos três pontos por vitória, implantada em 1995/96.

Ao fim do dia de hoje, os adeptos ficarão a saber se a atual edição da liga termina com um raro golpe de teatro ou se a tendência histórica se mantém. Com a questão europeia definida, resta apenas saber qual será a última equipa a entrar no comboio da despromoção. O Tondela-Chaves começa às 17h30 de amanhã e vai dar a resposta.