Benfica, Braga e Paços de Ferreira punidos com jogos à porta fechada

Benfica, Braga e Paços de Ferreira punidos com jogos à porta fechada

Em causa está o mau comportamento do público. A Comissão de Instrutores da Liga já tinha concluído terem ocorrido incidentes passíveis de punição com jogos à porta fechada

O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol puniu Benfica, Braga e Paços de Ferreira com um jogo à porta fechada. Apesar do anúncio do CD da FPF, os castigos poderão ser suspensos se os clubes recorrerem para o pleno do órgão.

Neste tipo de casos, o pleno costuma decidir com brevidade - as decisões relativas aos recursos demoram, por norma, alguns dias. Se a opção passar por manter os castigos, os clubes terão a possibilidade de recorrer para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAD).

Para contestar junto do TAD, os clubes precisam de avançar com uma providência cautelar de forma a obterem a suspensão da punição. Caso as providências sejam aceites pelo TAD, os castigos ficam suspensos até que sejam tomadas decisões definitivas em relação aos processos - as deliberações poderão demorar meses.

No entanto, se o TAD optar por rejeitar as providências cautelares, Benfica, Braga e Paços de Ferreira serão imediatamente punidos com jogos à porta fechada.

Na base dos castigos, que transitam da época passada, está o mau comportamento do público. Em relação ao Benfica, a sanção surge perante a reincidência dos adeptos do clube da Luz no arremesso de objetos perigosos para o terreno de jogo (artigo 183). Depois de terem recebido multas relativas aos jogos em Tondela, Portimão e Paços de Ferreira, os encarnados foram punidos por uma reincidência na visita ao terreno do Estoril, pelo que ficaram sujeitos a um castigo de um a três jogos à porta fechada.

Já as punições de Braga e Paços de Ferreira têm por base a violação do artigo 181 do regulamento disciplinar (agressões simples com reflexo no jogo por período igual ou inferior a dez minutos), que prevê uma moldura penal que pode ir de um a dois jogos à porta fechada. Desta forma, os bracarenses foram punidos por incidentes na visita do Sporting à Pedreira, enquanto os "castores" foram castigados na sequência de um jogo com Belenenses no Estádio Capital do Móvel.