André vale triunfo em Vila do Conde

André vale triunfo em Vila do Conde

Médio marcou ao cair do pano e deu três pontos ao Vitória de Guimarães na terra onde nasceu

Um golo de André André, perto do final do jogo, permitiu ao Vitória de Guimarães arrancar um trinfo por 1-0 sobre o Rio Ave, em partida da quarta jornada da I Liga portuguesa de futebol. O médio dos vimaranenses, natural de Vila do Conde, foi lançado no desafio aos 84 minutos e precisou apenas de cinco para fazer diferença e decidir uma partida que foi sempre condicionada pelo forte vento que se fez sentir em Vila do Conde.

Os minhotos, que nesta partida estrearam os reforços Abdoulaye e Tiago Rodrigues, emprestados pelo FC Porto, começaram o desafio com o vento pelas costas, aproveitando-se disso num livre de Tiago Rodrigues, que Salin defendeu por instinto. Ao invés, os donos do terreno sentiam muitas dificuldades para explanar um futebol ofensivo coerente devido às adversas condições climatéricas, e raras foram as vezes que chegaram com acutilância à baliza de Douglas.

Nesta toada, e com ambos os conjuntos a sentirem dificuldades para controlar o esférico, o perigo só voltou a rondar as balizas quando André Santos tentou a sorte de longe, aos 36 minutos, para defesa de Salin, que manteve o nulo até ao intervalo.

Para o segundo tempo, o trunfo do vento favorecia os vila-condenses, que entraram com dinâmica nesta etapa complementar, criando, logo após o reatamento, três soberanas oportunidades para marcar. Ao cabeceamento de Diego e aos remates de Ukra e Sandro Lima, Douglas respondeu com concentração máxima, sustendo os ímpetos vila-condenses, que foram esfriando com o passar do cronómetro.

Do outro lado, a equipa de Guimarães mantinha a defesa da casa em alerta sempre que explorava o contra-ataque, com Maazou, numa dessas investidas, a ficar perto de abrir o marcador. O Rio Ave ainda respondeu com a entrada do venezuelano Del Valle, que, com um bom remate, voltou a testar a atenção de Douglas, mas numa fase da partida em que as equipas pareciam já não ter argumentos para desfazer o nulo.

No entanto, nos últimos minutos, Rui Vitória tirou do banco vimaranense o seu trunfo decisivo. O médio André André, curiosamente natural de Vila do Conde, entrou para segurar a intermediária, mas, aos 89 minutos, num contra-ataque esboçado por André Santos, surgiu no sítio certo para assinar o desvio fatal, que decidiu o jogo.

Um triunfo que vem galvanizar os minhotos para o compromisso desta quinta-feira, para a Liga Europa, frente aos croatas do Rijeka, e que castiga os vila-condenses pela desconcentração final.

Jogo no Estádio do Rio Ave FC, em Vila do Conde.

Rio Ave - Vitória de Guimarães, 0-1

Ao intervalo: 0-0.

Marcador:

0-1, André André, 89 minutos.

Equipas:

- Rio Ave: Salin, Lionn, Marcelo, André Vilas Boas, Edimar, Wakaso, Tarantini, Diego (Del Valle, 71), Ukra (Nuno Lopes, 84), Sandro Lima (Hassan, 64) e Braga.

(Suplentes: Ederson, Hassan, Tiago Pinto, Nuno Lopes, Júlio Alves, Roderick e Del Valle).

Treinador: Nuno Espírito Santo.

- Vitória de Guimarães: Douglas, Pedro Correia, Abdoulaye, Paulo Oliveira, Addy (Leonel Olímpio, 37), Moreno, André Santos, Tiago Rodrigues (André André, 84), Marco Matias, Mazoou e Barrientos (Plange, 58).

(Suplentes: Assis, André, Plange, Leonel Olimpio, Ricardo, Malonga e Crivellaro).

Treinador: Rui Vitória.

Árbitro: Jorge Sousa (Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Wakaso (15), Edimar (30), André Vilas Boas (38), Roderick (43), Pedro Correia (63) e André André (90).