Chicotadas na primeira volta igualam máximo de 25 épocas e há uma troca a render

Chicotadas na primeira volta igualam máximo de 25 épocas e há uma troca a render

Com a primeira volta do campeonato encerrada, tempo de um balanço no que toca à dança de treinadores.

Mais de metade das equipas (10 em 18) trocaram de técnico na primeira volta do campeonato e duas delas fizeram-no por duas vezes.

As 12 chicotadas registadas igualam o máximo, em igual período, de 2016/17 e 1997/98. Este estudo abarca as últimas 25 épocas (três pontos por vitória) e Rúben Amorim é, até ver, a troca mais rentável.

O técnico arsenalista, que substituiu Sá Pinto no banco do Braga, venceu todos os três jogos e quebrou a invencibilidade do FC Porto no Estádio do Dragão.