Baganha quer reabrir processo contra o Benfica, avança o Observador

Baganha quer reabrir processo contra o Benfica, avança o Observador

Em causa revelações no âmbito do E-Toupeira

Augusto Baganha, antigo presidente do IPDJ, apresentou uma denúncia, junto da procuradora-geral, Joana Marques Vidal, para que o Ministério Público reabra o processo de intromissão informática ilegal por parte do clube nos processos do Institituo Portuguesa do Desporto e Juventude contra o clube.

A revelação é feita pelo site "Observador" que adianta que Baganha quer que o processo, já arquivado, pegue nas descobertas no âmbito do processo E-Toupeira para investigar quem acedia ao computador de Lídia Praça, vice-presidente do IPDJ.

Na denúncia, citada pelo jornal on-line, Baganha considera ainda que o Benfica pode ter sido favorecido por um atraso na tomada de decisão por parte de Vítor Pataco num processo contra o clube da Luz. Pataco, recorde-se, sucedeu a Baganha e é o atual presidente do IPDJ.