I Liga terá jogos de "segunda a domingo" e calendário está prestes a ser revelado

 foto Miguel Pereira/Global Imagens

Sónia Carneiro, diretora executiva da Liga, revelou que o futebol vai voltar com jogos praticamente todos os dias. "Os adeptos irão matar toda a fome de bola que tiveram durante estes dois meses", afirmou.

O regresso da principal prova do futebol português está marcado para 4 de junho e até 26 de julho a I Liga será terminada. Resta então conhecer o calendário das restantes dez jornadas do campeonato, o que será tornado público ainda nesta semana, segundo revela a diretora executiva da Liga.

Sónia Carneiro explicou esta terça-feira que haverá futebol praticamente todos os dias e que os adeptos poderão "matar toda a fome" que têm de voltar a ver a bola a rolar. "Teremos futebol de segunda a domingo, exceto em alguns dias de julho em que não será possível. Os adeptos irão matar toda a fome de bola que tiveram durante estes dois meses e meio de confinamento", refere em declarações a Bola Branca.

"As duas primeiras jornadas terão um espaçamento de quatro ou cinco dias, mas a partir daí teremos jornadas com jogos que vão ocupar quase todos os dias. Provavelmente, ainda dentro desta semana, será publicado o calendário dos 90 jogos que restam até ao fim do campeonato", acrescentou.

"Estamos a trabalhar com os operadores para otimizar horários e preencher o calendário o mais possível com o número máximo de dias com jogos. Vai haver alturas em que teremos jogos todos os dias. Os clubes estão a fazer um grande esforço nesse sentido e esse trabalho está a ser feito com os departamentos de futebol, para as equipas terem um período de descanso mínimo de três a quatro dias", explicou a responsável.

Sónia Carneiro ressalvou que essa dispersão de jogos deve ser maior nas duas primeiras semanas, a fim de reduzir os riscos de lesão dos jogadores, e menor na última jornada, "por razões regulamentares".

O Regulamento de Competições da LPFP defende que os jogos da última jornada "devem ser realizados no mesmo dia e à mesma hora", admitindo, para efeitos de transmissão televisiva, "alterações em bloco de jogos que envolvam todos os clubes que disputem a obtenção de um mesmo objetivo", casos do primeiro lugar, despromoções ou acesso às competições europeias.