Jokanovic quer salvar o Nacional da descida

Jokanovic quer salvar o Nacional da descida

O novo treinador do Nacional assume que o grande desafio que lhe foi proposto pela direção do clube é "tirar a equipa, da situação em que se encontra na tabela classificativa"

O sérvio Predrag Jokanovic recebeu de Manuel Machado uma equipa no 16º lugar, com 11 pontos, os mesmos do Moreirense (17.º) e mais um do que o lanterna-vermelha Tondela, mas, pelo que acompanhou como adepto, concluiu que o grupo é formado por bons jogadores, aos quais a sorte muitas vezes não ajudou.

"O plantel tem bons jogadores mas, no futebol, acontecem muitas coisas que não esperamos. O Nacional encontra-se no penúltimo lugar do campeonato e, por isso, este é um grande desafio para mim", afirmou Perdrag Jokanovic, durante a sua apresentação oficial.

Jokanovic disse já ter falado com o plantel, ao qual pediu ajuda, até porque "a direção acredita muito" na capacidade de todos os jogadores: "Eles são bons e podem dar muito mais do que deram até agora", adiantou.

Conhecido no futebol por 'Joka', disse ter "muita simpatia" pelo clube onde também já jogou, considerando que seria "muito difícil recusar este convite".

"Esta não era a forma como mais gostaria de treinar o Nacional, porque prefiro sempre começar a época nos clubes onde trabalho, mas aceitei esta situação por gostar muito do clube", reforçou o técnico que assinou contrato com o emblema madeirense ate ao final da época.

Jokanovic não esqueceu o anterior técnico: "Quero deixar uma palavra de conforto a Manuel Machado, que foi o treinador que melhor trabalho fez no Nacional, nos últimos 15 anos, mas a vida de treinador é assim mesmo, às vezes temos sucesso e noutras não".

Para o técnico sérvio, a situação do Nacional "não é fácil, sobretudo num clube que não está acostumado a este tipo de situações".

"Acompanhei a carreira do Nacional esta época e acho que tem bons jogadores e uma boa equipa. Reparei que a equipa sofre muitos golos e talvez devamos começar por aí, porque se sofrermos menos golos podemos ganhar mais jogos", explicou.

Relativamente a reforços, Jokanovic foi claro: "Não pedi reforços, como vou começar a trabalhar no sábado, farei uma avaliação à realidade da equipa".

"A minha preocupação mais premente é o jogo com o Braga, uma equipa que normalmente luta pelos primeiros lugares, por isso é um adversário complicado. Vamos prepara-nos bem para ganhar esse jogo", frisou.