"Falhámos o timing da pressão", lamenta Luís Freire

"Falhámos o timing da pressão", lamenta Luís Freire

O treinador Luís Freire falou após a derrota do Nacional em casa do Braga

Sobre o jogo: "Já sabíamos que ia ser um jogo complicado, tentámos contrariar a pressão mais agressiva do Braga, mas falhámos o timing da pressão. Queríamos conseguir ter mais bola do que tivemos, como nos últimos três jogos, mas perdemos bolas em zonas iniciais de construção. Num grande remate, o Braga marcou o primeiro golo, o que traduzia a sua superioridade, e depois fez o segundo golo até ao intervalo."

Sem tempo: "Ao intervalo, pedimos para defender mais juntos, ter mais bola no meio campo ofensivo e procurar o nosso golo, sem nos expor. O Braga não fez o terceiro, nós conseguimos o nosso já perto do fim e não tivemos tempo de fazer mais nada."

Justiça: "Vitória justa. Da nossa parte, fica a ideia de que tentámos ser iguais a nós próprios, mas não conseguimos, perdemos por mérito do adversário, foram eles a mandar mais no jogo. Koziello lesionou-se no último treino, fraturou o dedo médio da mão direita, e ficou indisponível para o jogo. Demos oportunidade ao Francos Ramos, que tem experiência na I Liga".