Vasco Seabra otimista após estreia: "Equipa vai ser capaz de fazer um campeonato estável"

Vasco Seabra otimista após estreia: "Equipa vai ser capaz de fazer um campeonato estável"

Vasco Seabra elogiou postura dos jogadores do Moreirense no empate (2-2) com o Vitória Guimarães na 13ª jornada da I Liga

Elogios à equipa: "Pelo que vimos é uma equipa comprometida, unida, com uma personalidade forte, com vontade de jogar e com vontade de lutar pelo jogo com olhos postos na baliza do adversário para querer vencer. Não fiquei tão feliz com o resultado. Naturalmente, jogamos sempre para ganhar, mas sabemos que enfrentámos um adversário difícil, um adversário que fora também é muito forte. Conseguimos fazer dois golos em uma das melhores defesas da competição, por isso revela a nossa capacidade para chegarmos à frente. Mas naturalmente é um trabalho que queremos fazer com os nossos jogadores. Feliz pela personalidade da equipa e pela forma que a equipa batalha por cada lance do jogo".

Avaliação ao início de trabalho: "Aquilo que senti foi que a adaptação do treinador à equipa e da equipa ao treinador foi simples. Precisamente pela união que a equipa tem, pela família que constroem, pelas relações que têm uns aos outros e isso logo apresenta aquilo que são no balneário. E chegam ao campo e representam esse suor, esse trabalho e esse espírito de equipa realmente com vontade de vencer".

Eficácia da equipa no jogo: "Hoje tivemos situações em que fomos eficazes no último terço, mas tivemos diversas situações que com um pouquinho mais de discernimento, no momento que entramos entre as linhas do adversário, podíamos ter tido melhor definição porque penso que entrámos muitas vezes e penso que com esse infiltrar, essa estabilidade que a equipa naturalmente necessita, vai ser capaz fazer pontos e fazer campeonato estável como pretende, valorizando seus jogadores e construindo pontos que é aquilo que procuramos.

Plantel com baixas e reforços: "Sentimos que temos um grupo que luta para poder jogar e que cria dificuldades ao treinador para fazer as escolhas e para ter as soluções independentemente de estarem lesionados ou não alguns jogadores. Essencialmente, sentimos que não temos apenas 11 jogadores, mas um plantel inteiro que quer jogar e quer criar essas dúvidas ao treinador. Queremos encurtar o tempo (para regularização dos reforços) e que a equipa cresça com vitórias e em competitividade.