"Temos de rezar para que cheguem soluções"

"Temos de rezar para que cheguem soluções"

O treinador do Moreirense, Miguel Leal, fala da urgência de reforçar a equipa.

Justo, mas: "É um resultado justo, embora tenha dúvidas no primeiro golo se está ou não fora de jogo, mas acho que foi um resultado justo. Era uma questão de tempo, mais cedo ou mais tarde íamos sofrer golos, depois faltou-nos soluções, mas não estou preocupado. É um campeonato longo. Gosto de ganhar, mas temos de trabalhar muito."

Urgente ir às compras: "Estamos à procura das melhores soluções que ainda estão para chegar, precisamos de alas e avançados fundamentalmente. Temos muitas debilidades mas acredito que com o tempo serão resolvidas. Se olhar para a nossa equipa falta ritmo de primeira liga, temos muito trabalho pela frente e temos de rezar para que cheguem soluções."

Otimista, ainda assim: "Temos tido infortúnios, contávamos com o Palhinha para jogar de início, mas adoeceu, o Vitor [Gomes] esteve doente toda a semana e o Coronas saiu lesionado. Com o que temos, sinto que vamos crescer porque são jogadores jovens, não sei se vamos a tempo, mas vamos crescer, nem que precisemos de trabalhar dia, tarde e noite".