"Sou a prova de que vale a pena acreditar e lutar"

"Sou a prova de que vale a pena acreditar e lutar"

Nuno Macedo, guarda-redes de 19 anos, estreou-se na I Liga, num jogo em que foi para a baliza quando a equipa passou a jogar com dez. "Foi a concretização de um sonho", diz.

A viver dias de felicidade, Nuno Macedo, guarda-redes de 19 anos, recordou, ontem, a sua estreia no escalão principal frente ao Santa Clara, jogo da ronda passada em que substituiu Trigueira, que foi expulso. "Foi a concretização de um sonho. Qualquer jovem aspira a jogar na equipa principal e, felizmente, também fui considerado o homem do jogo, prémio que me deixou muito satisfeito. A sensação de estar a competir ao mais alto nível foi excelente e senti que o jogo me correu bem, até porque, no final, me deram os parabéns e elogiaram o meu desempenho. Foi muito bom", referiu o guardião do Moreirense.

Nuno Macedo, que vai ser titular na receção ao Chaves face às baixas de Jhonatan e Trigueira, alimentou este desejo desde as camadas jovens. "A formação é fulcral para a evolução de um jogador. Começa por ser uma brincadeira, mas depois, a cada patamar que vamos subindo, percebemos que a questão é mais séria. No Moreirense, a aposta na formação é cada vez mais forte, como prova a construção da Vila Desportiva", sustentou o ex-júnior, frisando que vale a pena lutar pelos objetivos: "Vejo-me como um exemplo para os mais jovens na medida em que transitei da formação para o plantel sénior e já tive a oportunidade de jogar. Sou a prova de que vale a pena acreditar e lutar."