Sá Pinto: "Só tenho pena que Kevin Mirallas não possa jogar 90 minutos"

Sá Pinto: "Só tenho pena que Kevin Mirallas não possa jogar 90 minutos"
Redação com Lusa

Tópicos

Declarações do treinador do Moreirense, no final do encontro com o Tondela (2-0).

Reação à vitória: "Disse na antevisão que a equipa estava a precisar de materializar as oportunidades em golos e também não sofrer. Isso era importante, não só para a própria confiança da equipa, mas até pelo confronto direto. Fizemos o pleno hoje. Entrámos fortes e pressionantes, não deixámos o Tondela jogar, criámos algum nervosismo no outro lado e fomos inteligentes. Tivemos uma atitude muito boa no plano estratégico, parando o que achávamos que era importante no adversário."

Lesões e alternativas: "É lógico que perder o Yan [por lesão] não nos deixou satisfeitos de maneira nenhuma, mas o Derik Lacerda voltou a entrar bem e acrescentou ofensivamente num momento em que, apesar de estarmos bem, ainda não estávamos a desequilibrar como queríamos. Com isso, conseguimos chegar a um resultado importante no final da primeira parte. Na segunda parte, com este calor e lado emocional, não poderíamos continuar tão pressionantes como queríamos e fomos obrigados a ir mudando a equipa, até porque se percebia algum cansaço. Baixámos um pouco as linhas e convidámos o Tondela a entrar, mas fechámos o espaço e só consentimos uma grande oportunidade, ao Salvador Agra."

Momento: "Até há 15 dias, estávamos num momento muito negativo, mas não sou uma pessoa de desistir e as palavras de ordem diárias nesta equipa eram a superação e a resiliência. Estamos numa boa fase, mas em alerta, já que ainda não conseguimos nada. Demos um grande passo rumo ao nosso objetivo, mas ainda faltam quatro jogos muito difíceis. Sem dúvida, esta vitória dá-nos outro ânimo, que esta equipa já estava a precisar há muito."

Rafael Martins: "O Rafael Martins precisava de marcar há muito tempo. Normalmente, precisava de meia oportunidade para marcar, mas estava numa fase em que até ele se ria do que estava a falhar. Importa continuar a dar-lhe confiança, até porque se trata do melhor marcador de sempre do Moreirense [na I Liga]. Já deu muito ao clube e ninguém se esquece disso."

Kevin Mirallas: "Logicamente, o golo também foi importante para o Kevin Mirallas. Só tenho pena que não possa jogar 90 minutos, senão já nos teria ajudado mais. Foi determinante neste jogo, ao mostrar toda a sua experiência, qualidade e coragem, mentalidade ganhadora e ambição. Apesar dos 34 anos, das mais de 60 internacionalizações pela Bélgica e de ter passado por grandes clubes, continua com fome de ganhar e é gente dessa que precisamos."

Apoio do público: "Os adeptos foram fantásticos e o nosso 12.º jogador do princípio ao fim. Apoiaram esta equipa de forma extraordinária, tal como tínhamos pedido. Vieram em massa e iremos precisar de vila toda [de Moreira de Cónegos] até ao final, seja dentro ou fora de casa".