Presidente do Marítimo confirma a chegada de três reforços

Presidente do Marítimo confirma a chegada de três reforços
Redação com Lusa

Tópicos

Carlos Pereira admite ainda que "alguém pode sair" do plantel às ordens de Lito Vidigal.

Carlos Pereira, presidente do Marítimo, confirmou esta segunda-feira, nas comemorações dos 110 anos do clube insular, a chegada de três reforços ao plantel da equipa da I Liga ainda esta semana.

Para além do avançado iraniano Ali Alipour, e o médio defensivo brasileiro Jean Irmer, que deverão chegar nos próximos dias à Ilha da Madeira, o dirigente do conjunto verde rubro anunciou a chegada de um terceiro elemento.

Pode "haver circulação de ativos", afirmou o presidente madeirense, que não quis comentar a situação do negócio com o Braga, pelo lateral direito Nanu, nem desvendar a identidade ou posição da nova contratação para o conjunto leonino. "Pode haver circulação de ativos, o que significa que alguém pode sair. Não interessa fazer referência a quem", frisou.

O Marítimo saiu derrotado na primeira jornada, por 2-0, diante do Santa Clara, nos Açores, num encontro em que Carlos Pereira culpa a falta de "sorte".

"Iniciámos o jogo melhor do que o Santa Clara, criámos oportunidades primeiro, mas como já diz o velho ditado, 'quem não marca sofre'. O futebol é isto mesmo, é um jogo de fortuna e azar, no jogo de ontem [domingo] tivemos azar, mas no próximo vamos ter a sorte do nosso lado, sem esquecer que a sorte dá muito trabalho", sublinhou o líder maritimista.

Lito Vidigal apostou num onze inicial sem novos reforços, com Jean Cléber, retornado do brasileiro CSA, onde esteve emprestado na última temporada, a ser a única novidade. Carlos Pereira, defende a escolha do técnico de 52 anos, enaltecendo a importância da competitividade dentro de uma equipa.

"Reforços são todos, nós contamos com todos, não é por ter chegado que se vai impor melhor do que os outros, todos têm de lutar pelo seu espaço. A competitividade faz bem dentro de um plantel", referiu.

O Marítimo recebe o Tondela, sábado, às 15h30, numa partida a contar para a segunda jornada.