"Não estou aqui para interpretar o discurso do presidente"

"Não estou aqui para interpretar o discurso do presidente"

Ivo Vieira, treinador do Marítimo, quer esquecer o desaire com o Amarante.

Numa das semanas mais complicadas do Marítimo na presente temporada, o treinador Ivo Vieira quis desvalorizar a surpreendente eliminação na Taça de Portugal - diante do Amarante, clube do Campeonato de Portugal -, apontando o foco apenas e só no dérbi de amanhã com o Nacional.

Quanto ao discurso arrasador do presidente Carlos Pereira sobre jogadores e equipa técnica no passado domingo, a resposta de Ivo Vieira foi bastante simples: "Estou aqui para treinar o Marítimo e ganhar jogos, não para interpretar o discurso do presidente."

"A vontade dos jogadores e da estrutura é jogar o mais cedo possível, de forma inteligente, para inverter a situação", adiantou, na conferência de Imprensa conjunta.

O técnico maritimista relembrou os três triunfos conseguidos antes do desaire em Amarante e deixou a mensagem: "Os grandes também caem."

O duelo madeirense com o Nacional é encarado com "grau de dificuldade elevadíssimo" e Ivo Vieira acredita que a partida vai ser decidida em detalhes. O processo disciplinar a Marega foi posto de parte na antevisão, tendo o assunto sido considerado "pouco importante".