Milton Mendes aborda vitória e fala do futuro no Marítimo: "Estou confiante"

Milton Mendes aborda vitória e fala do futuro no Marítimo: "Estou confiante"
Daniel Leal

Tópicos

Técnico brasileiro Milton Mendes, 55 anos, esteve interinamente à frente do Marítimo pela segunda vez consecutiva e conseguiu a primeira vitória este sábado diante do Belenenses SAD, por 1-0.

O resultado nesta 10.ª jornada da I Liga encerrou uma sequência de seis jogos da equipa insular sem vitórias na competição. Com os três pontos, o Marítimo saltou da lanterna vermelha para o 12º posto, com dez pontos (a jornada ainda está a decorrer).

Substituto temporário de Lito Vidigal, demitido no começo deste mês, Milton Mendes ganhou força para ser efetivado na equipa do Funchal após o êxito contra Belenenses. O treinador brasileiro de 55 anos afirmou estar à disposição do clube.

"Estou confiante (em seguir à frente da equipa). O que já era antes, fui na semana passada e sigo agora (confiante). Estou feliz da vida em estar trabalhando com este grupo. Sou funcionário do clube e qualquer função para a qual precisarem estou à disposição", disse.

O treinador foi elogiado pelo avançado Joel Tagueu, autor do golo da vitória. De acordo com o atleta camaronês, com Milton Mendes, a equipa está indo no caminho certo da recuperação.

Até a saída de Vidigal, Milton Mendes orientava a formação dos sub-23, com bons resultados. Com passagens por equipas como o Sport Recife, Vasco da Gama e Atlético Paranaense, no Brasil, o treinador foi também adjunto de Lazaroni no Marítimo (época 2007/08). Na estreia, na última rodada, perdeu para o Farense por 2-1.

Contra o Belenenses SAD, após mais tempo de trabalho, promoveu cinco alterações no onze inicial. "Quanto mais longe da nossa área defendermos, mais perto do golo estaremos. O importante não é ter a bola, mas sermos mais agressivos. Os jogadores foram importantes, eles decidiram fazer essa reviravolta. O clube, a região e os jogadores mereciam essa vitória. Eles têm sofrido bastante e o resultado veio a premiar a entrega dos atletas. Estou muito satisfeito", finalizou.