"Amarelos forçados do Marítimo? Eticamente não é correto"

"Amarelos forçados do Marítimo? Eticamente não é correto"

O treinador do Marítimo, Petit, afirmou que alguns jogadores forçaram o amarelo, no domingo frente ao Feirense (2-0), para falharem a deslocação à Luz para o embate com o Benfica, o que está a suscitar muitas críticas. Toni reconhece, porém, que "não é eticamente correto"

Toni, velha glória do Benfica, esteve na inauguração da nova sede da ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e aproveitou para sair em defesa de Petit, que no domingo assumiu que alguns alguns amarelos na partida do Marítimo de domingo com o Feirense, que terminou 2-0 para os insulares, foram "provocados" para que os jogadores cumpram castigo com o Benfica, na próxima jornada da I Liga.

"Amarelos forçados do Marítimo? Regras do jogo devem ser definidas no início. Se em sede própria não se entendem... mas na UEFA já se entendeu e os portugueses já sentiram isso na pele. Não havendo essas regras, eticamente não é correto, mas é legítimo. Declarações de Petit? Coerentes. Aflorou uma questão em relação ao jogo com o FC Porto. Teve a frontalidade de dizer o que é que fez, e se o fez dentro do que é legítimo, está a olhar para os seus interesses. Dizendo que se já o fez com o FC Porto tem a oportunidade na Luz, sem que venha lá a dizer 'tomem lá. está aqui a passadeira vermelha para vocês ganharem o jogo'. É nessa perspetiva que eu entendo", afirmou Toni.

Sobre a disputa entre Benfica e FC Porto aposta, como seria de esperar, nas águias: "São cinco finais e não há espaço para o erro, já não há tempo para recuperar. A Liga é uma maratona e os que estão à frente são os mais regulares. Vai ser discutido até ao fim com emoção e incerteza. Favoritismo? É tremendo o grau de dificuldade em todos. Se olharmos para as saídas do Benfica, vê-se um Braga que foi uma agradável surpresa, uma equipa bem estruturada que só claudicou nesta parte final, e ainda um Rio Ave liberto e bem estruturado. É preciso estar preparado física e mentalmente. Se Benfica e FC Porto ganharem os cinco jogos o Benfica é campeão, o La Palice não diria melhor."