Liga mantém interdição do estádio do Marítimo

Liga mantém interdição do estádio do Marítimo

Melhorias no relvado foram identificadas, mas regresso da equipa insular está dependente de nova vistoria. Reduto do Santa Clara foi, entretanto, interditado

O Marítimo voltará a usar o Estádio da Madeira, onde mora o Nacional, como "casa", para receber o Moreirense, face à vistoria dos técnicos da Liga Portugal, feita esta segunda-feira, ter mantido a interdição ao relvado do emblema maritimista.

"Mantiveram a decisão, mas acharam o trabalho de recuperação bem feito. Não devemos estragar ou hipotecar o futuro", disse, à agência Lusa, fonte oficial do clube insular, cujo desafio da oitava ronda está marcado para a próxima sexta-feira.

O Marítimo está impossibilitado pela Liga Portugal de jogar no próprio recinto devido às condições do relvado, que foi alvo de duas avaliações negativas, a primeira diante do Braga (primeira ronda) e a segunda frente ao FC Porto (terceira jornada).

Devido a essa interdição, a equipa de Velásquez recorreu ao Estádio da Madeira, recinto do rival Nacional, para receber o Arouca (2-2), em 13 de setembro, em jogo da quinta jornada do campeonato. Nos próximos dias, haverá uma nova vistoria.

Entretanto, nos Açores, o estádio do Santa Clara foi igualmente interditado devido às fracas condições do relvado, palco do embate entre açorianos e o Braga (sétima jornada da Liga Bwin), no último domingo. A interdição foi decidida por vistoria da Liga.