"Árbitros vão viajar com as equipas. Se há uma arbitragem questionável, nem quero pensar"

"Árbitros vão viajar com as equipas. Se há uma arbitragem questionável, nem quero pensar"

Guarda-redes do Marítimo falou sobre a retoma do futebol português e levanta questões sobre as viagens das outras equipas para a Madeira.

O estádio do Marítimo foi aprovado pela Direção-Geral da Saúde e a equipa insular vai poder jogar na Madeira o que resta da I Liga 2019/20 na condição de visitado.

Joyce Anacoura, guarda-redes do Marítimo que ainda não somou qualquer minuto pela equipa principal - atuou pelos sub-23 -, analisou em entrevista ao portal "GianlucaDiMarzio" a retoma do futebol português e levantou uma questão sobre os voos das equipas do continente para a ilha.

"As equipas vêm para cá através de voos charter e os árbitros vêm com eles. É algo único. Nem quero pensar no regresso dos árbitros ao continente no caso de haver arbitragem questionável", referiu o italiano, de 25 anos, que chegou a estar ligado à Juventus durante várias épocas.

"Disseram que se o campeonato fosse dado por concluído várias equipas pequenas entravam em falência. Agora vamos ter jogos condensados. Só sabemos que começa a 4 de junho [n. d. r.: a I Liga será retomada a 3 de junho] e termina no final de julho. Antes dos jogos vamos fazer a zaragatoa", acrescentou Anacoura, que cumpriu o período de isolamento na Madeira:

"Pensei muito nos meus pais, que estão em Itália. Se acontecesse algo de grave, não poderia ajudá-los", rematou.