Rui Almeida quer Gil Vicente mais "concentrado" na sua ideia de jogo

Rui Almeida quer Gil Vicente mais "concentrado" na sua ideia de jogo
Redação com Lusa

Tópicos

Após o triunfo caseiro sobre o Portimonense (1-0), a equipa de Barcelos vai deslocar-se a Ponta Delgada, nos Açores, para defrontar um dos líderes do campeonato, com os mesmos seis pontos de FC Porto e Benfica

O treinador Rui Almeida afirmou esta quinta-feira que o Gil Vicente deve concentrar-se mais na sua ideia de jogo do que no Santa Clara, para tentar vencer o jogo da terceira jornada da I Liga, sábado.

Após o triunfo caseiro sobre o Portimonense (1-0), a equipa de Barcelos vai deslocar-se a Ponta Delgada, nos Açores, para defrontar um dos líderes do campeonato, com os mesmos seis pontos de FC Porto e Benfica, após triunfos sobre Marítimo (2-0) e Sporting de Braga (1-0), mas o treinador dos minhotos disse querer ver os seus pupilos empenhados em crescerem no sistema de jogo até agora trabalhado.

"Relativamente ao adversário, respeitamo-lo. Começou de forma fantástica o campeonato. Mas mantemos a nossa ideia, concentrados no que queremos fazer e em sermos melhores em cada dia, para podermos lutar pelos três pontos em cada jogo", frisou, na conferência de imprensa de antevisão ao desafio agendado para as 15h00 locais (16h00 de Lisboa).

O plantel gilista voltou aos treinos coletivos no relvado para preparar o embate da terceira ronda, depois de duas semanas de quarentena obrigatória, com os futebolistas a treinarem individualmente a partir de casa, face aos 18 casos de covid-19 detetados no clube entre 11 e 13 de setembro - 14 dos infetados já recuperaram totalmente.

Rui Almeida, um dos infetados, mostrou-se "muito feliz" por ter o "grupo completo" no relvado", após "tantas contrariedades", e vincou que esse sentimento é partilhado pelos jogadores.

Mesmo com limitações para preparar a receção ao Portimonense, o Gil Vicente dominou a maior parte do encontro da segunda jornada, mas o "timoneiro" recusou esclarecer se a sua equipa vai aparecer em Ponta Delgada com iniciativa atacante ou com uma postura mais expectante, diante de um Santa Clara "bem organizado", com a marca do "trabalho de qualidade" do treinador Daniel Ramos.

"O adversário tem a sua estratégia. Não podemos ganhar o jogo se não tivermos a bola. Queremos construir e ter oportunidades de golo. Para isso, precisamos de ter bola e tentar jogar. Outra coisa é o que o adversário nos pode deixar fazer. Temos um adversário que nos vai dificultar o nosso trabalho", antecipou.

Questionado ainda sobre possíveis alterações num plantel que conta com 28 elementos, até ao fecho do mercado de transferências, na terça-feira, Rui Almeida disse que o clube está a "preparar a situação", sem esclarecer se haverá entradas ou saídas.

O Gil Vicente, sétimo classificado da I Liga, com três pontos, visita o Santa Clara, terceiro, com seis, em jogo da terceira jornada, agendado para as 15h00 locais, no Estádio de São Miguel, em Ponta Delgada, nos Açores.