Gil Vicente retoma treinos após resultados negativos em novos testes

Gil Vicente retoma treinos após resultados negativos em novos testes
Redação com Lusa

Tópicos

Os elementos que estiveram em contacto com os casos de infeção confirmados foram submetidos a nova ronda de testes, que deram negativo.

O Gil Vicente, da I Liga portuguesa, regressou esta quarta-feira aos treinos, após os resultados negativos em todos os testes à covid-19 realizados na terça-feira, adiantou esta quarta-feira à Lusa fonte oficial do clube de Barcelos.

Os elementos que estiveram em contacto com os casos de infeção confirmados foram submetidos a nova ronda de testes, que deram negativo.

O plantel treinado por Rui Almeida voltou a trabalhar depois de forçado a uma quarentena obrigatória pelo delegado de saúde local, face aos 15 casos de infeção pelo novo coronavírus, confirmados entre sexta-feira e domingo - 10 em futebolistas, três na equipa técnica e dois em elementos da restante estrutura.

Na sequência dos casos de covid-19, todos assintomáticos, o clube de Barcelos cancelou o último jogo agendado na pré-temporada, que iria decorrer frente ao Vitória de Guimarães, no sábado, e atrasou a preparação do embate com o Sporting, em Lisboa, relativo à jornada inaugural da I Liga e marcado para as 18h30 de sábado.

O adversário dos "galos" na primeira ronda do campeonato também viu confirmados oito casos de infeção entre domingo e segunda-feira - sete em jogadores e um na restante estrutura - e assumiu ter cancelado o jogo particular com os italianos do Nápoles, agendado para o passado domingo, no Estádio José Alvalade, em Lisboa, por "indicação da Direção-Geral da Saúde".

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), Pedro Proença, disse, na segunda-feira, que os elementos que contactaram com os elementos infetados de plantéis com vários casos de covid-19, como acontece com Gil Vicente e Sporting, mas também com o Desportivo de Chaves, da II Liga (cinco infetados), iriam ser testados na terça-feira e repetir o procedimento 48 horas antes do início do próximo jogo.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 929.391 mortos e mais de 29,3 milhões de casos de infeção em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1 875 pessoas dos 65 021 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.