Vítor Oliveira: "Com justiça ou injustiça quero é ganhar ao FC Porto"

Vítor Oliveira: "Com justiça ou injustiça quero é ganhar ao FC Porto"

Treinador do Gil Vicente defende que o FC Porto não será muito diferente do da época passada

Melhor altura para receber o FC Porto?

"Nunca é um bom momento para jogar com FC Porto, Benfica ou Sporting para as equipas médias portuguesas e essa diferença tem vindo a acentuar-se nos últimos tempos. Cada vez é maior a diferença entre as equipas médias e as de topo. É, no entanto, motivador para os jogadores, muitos dos nossos jogadores são novos no futebol português e para eles é muito motivador e chegar aqui e jogar com uma equipa contra uma das melhores equipas da Europa como é o FC Porto. É um fator de motivação e os jogadores vão jogar no limite das suas capacidades para dar uma resposta perante uma equipa que sabem que é das melhores da Europa. É muito difícil conseguir pontos com o FC Porto, mas é muito bom encontrar o FC Porto logo no início porque um fator de motivação extra para todos os que se querem mostrar e provar que podem ser úteis ao futebol português".

Ambição diante de um adversário candidato ao título
"Eu não pretendo um resultado justo. O que quero é ganhar ao FC Porto. Era fantástico. Se é com justiça ou com injustiça não é muito importante, porque o futebol nem sempre é justo. O que é justo é o resultado. A vitória, por vezes, não é merecida, mas não queremos vitórias morais nem justas, queremos pontos com vitórias. E com o FC Porto desejava obviamente uma vitória".

Diferenças para o FC Porto da época passada
"É um FC Porto que não será muito diferente em relação à época passada. Mantém o treinador, o Sérgio tem as ideias bem definidas ao futebol que pretende para o FC Porto, mantém a estrutura da época anterior, o que nos leva a pensar que não será muito diferente do ano passado. Um FC Porto muito forte em termos físicos, muito competitivo, com um futebol ofensivo de qualidade e avassalador, em suma um dos mais sérios candidatos ao titulo nacional. Penso, aliás, que há duas equipas que parte com ligeira vantagem, que são o FC Porto e o Benfica".

Preparados para criar dificuldades
"O FC Porto estará consciente de que também vai ter mais dificuldades, mas sabemos que o FC Porto é favorito, mas terá que o demonstrar dentro do campo. O Gil Vicente é uma equipa em crescimento, todas as equipas estão nesta fase em crescimento, mas o Gil foi obrigado a um crescimento mais rápido. O tempo tem sido muito pouco para conciliar todas as mentalidades, línguas, características, mas temos já 23 jogadores. Tudo isto carece de adaptação, conhecimento, qualidade e trabalho. Estamos a tentar conciliar estas coisas para que o Gil Vicente possa estar medianamente preparado para defrontar o FC Porto".