Filipe Martins e a receção ao Chaves: "Verdade desportiva e brio estarão em causa"

Filipe Martins e a receção ao Chaves: "Verdade desportiva e brio estarão em causa"

Apesar de já não escapar à despromoção, o treinador do Feirense promete uma equipa a "dar o máximo".

Já despromovido à II Liga, o Feirense recebe este sábado o Chaves, para a 32.ª jornada. Filipe Martins, treinador da equipa de Santa Maria da Feira, reconheceu que será mais um jogo em que estará em causa a dignidade de todos os que fazem parte do seu grupo de trabalho.

Expectativas do jogo com o Chaves
"Vai ser um jogo onde a verdade desportiva e o nosso brio estarão em causa. Temos de dar o máximo e ter a intensidade máxima para ganhar este jogo. Precisamos muito de uma vitória para oferecer aos nossos adeptos. Há muito que eles merecem ter uma alegria. Sabemos que a alegria que eles queriam ter era outra, mas uma vitória pode, de certa forma, amenizar o sentimento de tristeza que eles, como nós, estão a sentir. Por tudo isso, queremos muito uma vitória".

Mensagem para os jogadores
"Apesar dos resultados não aparecerem, ninguém pode apontar nada a este grupo. Estes jogadores entregam-se todos os dias ao treino, são disciplinados, não têm trazido problemas à equipa técnica a nível de liderança. Toda a gente quer mostrar que pode ser útil nas vitórias que queremos alcançar até ao final da época. Eles sentem a motivação de querer ganhar".

O Chaves está mais pressionado
"Nós temos a pressão de lutar pela vitória e eles de conquistarem os pontos necessários para não descerem de divisão. Vamos tentar tirar um pouco partido da situação deles. Queremos entrar fortes no jogo para criar alguma instabilidade na equipa adversária. É normal haver um pouco mais de pressão em equipas que ainda lutam por algum objetivo".