Feirense só quer uma bancada "pintada" de vermelho frente ao Benfica

Feirense só quer uma bancada "pintada" de vermelho frente ao Benfica
André Bastos

Tópicos

Receção ao Benfica acontece na véspera do 100º aniversário e não serão permitidos adereços das águias noutros locais que não a bancada sul, a dos visitantes.

A receção ao Benfica ocorre na véspera do centenário do Feirense, que se celebra no domingo, e os dirigentes feirenses pretendem uma grande mancha azul, a cor do clube, no apoio à equipa de Nuno Manta, precisada de pontos na luta pela permanência. Com as águias empenhadas na luta pelo título, espera-se casa cheia e os bilhetes para o tetracampeão nacional já seguiram para Lisboa. "O Feirense enviou os bilhetes para o Benfica na segunda-feira à noite. O que está regulamentado é cinco por cento da lotação do estádio, o que corresponde a 540 bilhetes, mas decidimos atribuir-lhes toda a bancada sul, que tem cerca de 1000 lugares", disse a O JOGO fonte do Feirense. Num dia especial, "o desafio que foi lançado é pintar o Marcolino de Castro de azul, com muitos adeptos, sócios, atletas e toda a gente que trabalha no Feirense. Queremos o estádio cheio de público afeto à equipa da casa, que neste momento precisa de muito apoio, correspondendo ao lema para este jogo, que é 100 anos de paixão", explicou a mesma fonte.

A venda de bilhetes para o público começa amanhã, com preços a 19, 35 e 55 euros. À exceção da bancada sul, onde ficarão os adeptos benfiquistas, nas restantes "não serão permitidos adereços associados ao Benfica".