Efeito Jorge Costa valeu série inédita no Farense

Efeito Jorge Costa valeu série inédita no Farense
Carlos Encarnação

Tópicos

Pela primeira vez, a equipa não sofreu golos. Nulo ao Benfica selou ciclo de três jogos a pontuar.

Jorge Costa sucedeu a Sérgio Vieira, em meados de janeiro, com o objetivo de tirar o Farense do fundo da tabela classificativa e a equipa tem-se superado. Com o Benfica (0-0), não sofreu golos pela primeira vez na Liga.

Foi chegar, treinar e ir a jogo: Jorge Costa estreou-se com um empate caseiro frente ao Santa Clara (1-1) e, desde então, obteve o melhor registo desta temporada, ao conquistar seis pontos nos últimos cinco jogos: além dos açorianos, empatou também com Vitória de Guimarães e Benfica, e antes de tirar pontos a equipas que lutam pelos lugares mais ambiciosos da tabela ainda conquistou ao Nacional (2-3), na Choupana, a primeira vitória na condição de visitante.

O nulo com o Benfica foi mais um sinal de que o futuro pode ser risonho. "Sabemos a importância de pontuar, de não perder. Este já é o nosso terceiro jogo consecutivo a pontuar. O que é que isto traz? Além de trazer pontos, que são importantes, traz confiança à equipa", comentou Jorge Costa, após a última jornada, animado com a crescente consistência do Farense: "É importante não termos sofrido golos pela primeira vez no campeonato. Defendemos bem, fomos sólidos e compactos".